quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Avó diz que netos enviaram fotos antes de morrerem eletrocutados em piscina: ‘Estavam alegres’

Mãe e dois filhos morreram após fiação elétrica romper e cair dentro da água. Outras 10 pessoas ficaram feridas. Polícia investiga o caso.

Os netos de Ivone da Silva Santos, que morreram eletrocutados em uma piscina em Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), enviaram a ela fotos e vídeos momentos antes da tragédia.

“Eles estavam todos alegres, me mandaram fotos e vídeos. Eram 13h13 a minha neta me mandou uma mensagem que é um vídeo deles brincando. Tinha um escorregador, eles subiram e escorregaram. Estavam todos alegres, e de uma hora para outra eu soube da notícia”, relembrou Ivone.

Agner Cauã Coutinho dos Santos, de 17 anos; Emily Raiane de Lara, de 23 anos, que estava grávida; e a mãe deles, Roseli da Silva Santos, de 41 anos, morreram após um fio de energia se romper e cair na água.

As mortes foram no domingo (4), em uma chácara alugada para um evento.

Além dos mortos, 10 pessoas ficaram feridas no acidente. Inicialmente, as autoridades falaram em nove feridos, mas a informação foi corrigida pela prefeitura nesta terça-feira (6).

Segundo testemunhas, as mortes aconteceram depois que um galho de pinheiro caiu sobre uma fiação elétrica, que rompeu e caiu dentro da piscina.

No dia do acidente, o proprietário da chácara afirmou que as pessoas no local se esforçaram para ajudar as vítimas. Ele deve ser ouvido pela Polícia Civil (PC-PR) nesta terça (6), conforme apurou a RPC.

Segundo o delegado Gabriel Fontana, responsável pela investigação, a chácara funcionava como parque aquático, mas era registrada como “microempreendedor individual” (MEI) na atividade de limpeza.

Sobre este assunto, o g1 tenta contato com o proprietário do local.

Para os familiares das vítimas, o episódio representou um trauma. Agora, Ivone conta com a fé.

“Eu estou pedindo para Deus me dar força. Não vai ser fácil, não vai ser fácil, meu Deus”, lamenta.

Socorro
Conforme os bombeiros, depois que a corporação foi chamada, vários recursos foram disponibilizados para o atendimento, mas houve dificuldades de encontrar a localização exata devido à falta de sinal de operadora de celular.

Um helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) foi deslocado ao local, mas não conseguiu se aproximar diante de “condições atmosféricas não favoráveis para a aviação”, informaram os bombeiros.

As vítimas foram encaminhadas por outras pessoas que estavam no local e pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rio Branco do Sul.

Depois, as vítimas que estavam em estado grave foram transferidas para Hospital Evangélico em Curitiba com a ajuda dos bombeiros.

Segundo testemunhas, cerca de 40 pessoas estavam no local que foi alugado pelo grupo. Ainda de acordo com elas, não chovia na hora do acidente, mas ventava forte no momento em que um galho de pinheiro caiu sobre a fiação elétrica, causando o rompimento.

Feridos
No dia do acidente, o Corpo de Bombeiros divulgou que uma pessoa teve ferimentos graves, duas tiveram ferimentos moderados e seis tiveram ferimentos leves. O grupo tem idades entre 7 e 34 anos.

As vítimas foram encaminhadas aos hospitais Cajuru, Caron, Trabalhador e Evangélico, em Curitiba e Região Metropolitana.

Nesta terça (6), uma nova vítima foi incluída no relatório pela prefeitura. Trata-se de uma jovem de 17 anos. O estado de saúde dela não foi divulgado.

Até esta terça (6), permanece internado, conforme apuração da RPC, um homem de 27 anos, namorado de Roseli, que faleceu no acidente. Ele está no Hospital do Trabalhador e deve passar por procedimentos médicos durante a manhã.

Com informações do G1

Veja também
Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

A morte do professor, que era popularmente conhecido como “Carlinhos”, causou forte comoção entre os moradores.

Clube organiza prova aberta de pesca da corvina em Porto Mendes

Clube organiza prova aberta de pesca da corvina em Porto Mendes

A premiação, composta por motores de popa e barcos de alumínio, é patrocinada pelo município, conforme prevê a lei 5.379/22.