Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Caminhoneiro suspeito de causar acidente na BR-116 diz à polícia que volante ‘travou’; quatro pessoas morreram

Vítimas eram da mesma família. Uma pessoa continua internada.

O motorista do caminhão, suspeito de causar acidente que matou quatro pessoas da mesma família na BR-116, disse à Polícia Civil (PC-PR) que houve falha mecânica e que volante “travou”. Acidente aconteceu no Contorno Leste, em Curitiba, na noite de sábado (21).

De acordo com a polícia, o caminhão estava carregado com estrutura metálica de torres de telecomunicação, cruzou o canteiro central, bateu de frente contra o carro da família e, em seguida, na lateral de outro caminhão.

A polícia informou que os motoristas realizaram o teste do bafômetro e o resultado foi negativo para ingestão de álcool.

Tacógrafo vencido
O tacógrafo do caminhão suspeito de causar o acidente está vencido, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O instrumento é usado para registrar a velocidade do veículo.

Com o equipamento vencido, segundo a PRF, não foi possível identificar qual era a velocidade do caminhão no momento da batida.

Vítimas
As vítimas eram todas da mesma família:

  • Edna Oliveira Carvalho, 46 anos;
  • Gustavo Yoani de Oliveira Carvalho Canuto, 9 anos;
  • Izabella Beatriz de Oliveira Carvalho Canuto, 21 anos;
  • Floriza de Oliveira Carvalho, 72 anos.

A mãe de Gustavo e Izabella foi socorrida em estado grave e permanece internada no hospital nesta quarta-feira (25).

Gustavo e Izabella são irmãos. Edna era tia e Floriza era avó deles.

O condutor do caminhão foi encaminhado para o hospital e, segundo a PRF, o motorista de outro caminhão envolvido na batida não se feriu.

Causas são investigadas
Conforme a PRF, o caso foi encaminhado para a Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran).

Em nota, a Polícia Civil (PC-PR) disse que está investigando o caso para determinar as causas do acidente.

Com informações do G1

Veja também