terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Ciro Nogueira conta com Bolsonaro como principal cabo eleitoral do PP

Presidente quer que o partido termine a campanha deste ano com o maior número de prefeituras do país.
(Foto: Isac Nóbrega/PR)
(Foto: Isac Nóbrega/PR)

O principal cabo eleitoral do Progressistas em 2024 será o ex-presidente Jair Bolsonaro, que é filiado ao PL, e não o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), cujo governo tem um deputado do PP como ministro. Quem garante é o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), para quem o resultado das eleições municipais “vai surpreender muita gente”.

“A força do presidente Bolsonaro vai se fazer sentir por todo o país. Muitas coisas aconteceram desde as eleições de 2022, e a população vai dar o seu recado nas urnas neste ano”, afirma Ciro Nogueira em entrevista à CNN.

O presidente nacional do PP não fixa uma meta numérica, mas diz trabalhar para que o partido termine a campanha deste ano com o maior número de prefeituras do país.

Em 2020, os candidatos a prefeito do Progressistas receberam quase 7,5 milhões de votos e 700 foram eleitos, ficando atrás apenas do MDB – posteriormente, com as migrações partidárias, atualmente o PSD soma o maior número de prefeitos filiados.

Nesta semana, a CNN publica uma série especial de entrevistas sobre as eleições municipais de 2024 com os dirigentes dos maiores partidos brasileiros. Todas as publicações podem ser acessadas no site da cobertura eleitoral da CNN.

Quais são as metas do partido para as eleições municipais, tanto em número de prefeituras quanto em total de votos? E em número de vereadores?

Nas últimas eleições municipais, ficamos muito próximos de sermos o maior partido do Brasil em número de prefeitos e vereadores. Nosso objetivo é melhorar ainda mais esse desempenho e alcançar o posto de partido com maior número de prefeituras no país.

Quantas capitais o partido espera governar após as eleições municipais?

O Progressistas tem uma tradição de ser um partido mais forte nas pequenas e médias cidades. Ainda assim, temos o comando de três capitais (Campo Grande, João Pessoa e Rio Branco), com prefeitos que tem feito um trabalho primoroso. Acredito que esses bons exemplos e o aprendizado que tivemos nos últimos anos nos darão condições de expandir a presença dos Progressistas também nas grandes cidades e capitais.

Na sua opinião, as eleições municipais vão manter a polarização vista no nível nacional, com o presidente Lula e aliados de um lado e o ex-presidente Jair Bolsonaro e apoiadores do outro?

Nas eleições municipais, tradicionalmente as pautas nacionais ocupam um espaço um pouco menor. Mas neste ano podem ter certeza que a força do presidente Bolsonaro vai se fazer sentir por todo o país. Muitas coisas aconteceram desde as eleições de 2022, e a população vai dar o seu recado nas urnas neste ano. Estou confiante de que os partidos de direita e centro-direita, com o apoio do presidente Bolsonaro, terão um desempenho muito acima da média.

O partido terá resolução ou critérios obrigatórios para se firmar alianças nas principais cidades do país? Haverá veto a algum partido?

O Progressistas é um partido de grande presença nacional, é natural que cada estado tenha características específicas, mas o espectro político dos nossos filiados e da população que vota em nossos candidatos é de centro, centro-direita.

Algum candidato do partido poderá ter no palanque o ex-presidente Bolsonaro? E o presidente Lula?

Pode ter certeza de que o presidente Bolsonaro vai fortalecer a candidatura de muitos Progressistas com seu apoio e sua presença. Bolsonaro é o maior cabo eleitoral do nosso país atualmente e tenho visto de perto o quanto ele está motivado em mostrar isso nessas eleições. Podemos esperar grandes resultados com o seu apoio.

O PP tem sido um dos principais partidos em número de prefeituras, em especial na região Nordeste, onde o presidente Lula saiu vencedor em 2022. Para manter a liderança na região, os candidatos do partido vão moderar o discurso em relação ao governo federal, ou poderão adotar a estratégia que considerarem mais adequada em cada localidade?

O Progressistas é muito forte no Nordeste porque nossos candidatos têm muito trabalho para mostrar. E esse será o nosso discurso, o de uma gestão eficiente, que realmente cuida das pessoas. Será que diante de tudo o que estamos vendo no governo federal o povo realmente quer o discurso do governo Lula? Um governo que só cuida da companheirada com distribuição de cargos e esquece do povo? Hoje a população fica apenas com a conta dessa gestão, paga cada vez mais impostos e gasta muito mais indo ao mercado hoje. Esse é um bom trabalho? Eu acho que não, e as pessoas vão reconhecer o que é uma boa gestão e o que não é.

Na sua opinião, o quanto as eleições municipais deste ano serão determinantes para as eleições de 2026, seja na disputa pela Presidência e por governos estaduais, seja na formação das bancadas na Câmara dos Deputados?

Ao longo da minha vida pública, aprendi que as eleições municipais são uma espécie de prenúncio daquilo que vai acontecer nas eleições para presidente e cargos estaduais. Acredito que não será diferente neste ano. E anote o que eu digo: o resultado vai surpreender muita gente.

Com informações da CNN

Veja também
Quarta vez: Módulo Empresarial rondonense conquista Selo Ouro em atendimento

Quarta vez: Módulo Empresarial rondonense conquista Selo Ouro em atendimento

O Módulo Empresarial rondonense foi caso de sucesso, alcançando a participação em um painel referente à atuação da sala do empreendedor em nível municipal.

Entre os dias 04 e 09 de março acontece a Liquida Liquidação em Nova Santa Rosa

Entre os dias 04 e 09 de março acontece a Liquida Liquidação em Nova Santa Rosa

A Acinsar lembra que as lojas estão identificadas com o cartaz e banner da promoção.

Filha morre três horas depois do pai no Paraná

Filha morre três horas depois do pai no Paraná

Eva Botura cuidava do pai, que era paciente oncológico.