sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Colheita do milho safrinha chega a 50% da área na região da Copagril

Produtividade média até o momento tem sido de 260 sacas por alqueire

Cerca de 50% das áreas cultivadas com milho safrinha na região de atuação da Cooperativa Agroindustrial Copagril no Paraná já foram colhidas até o início desta semana e os trabalhos devem seguir em ritmo intenso nos próximos dias. Já no Mato Grosso do Sul, o percentual atingido gira em torno de 25%.

De acordo com o diretor-presidente da Copagril, Eloi Darci Podkowa, até o momento a produção de milho segunda safra tem sido satisfatória. “Tem sido muito satisfatório constatar que a colheita de milho tem ocorrido dentro das expectativas para que o volume de recebimento fique dentro do projetado pela nossa cooperativa”, enfatiza.

Em relação à produtividade, ela tem variado conforme o período em que foi colhido, a região e o investimento na lavoura.

Alguns associados da cooperativa alcançaram média de até 400 sacas por alqueire logo no início do período de colheita. Já no panorama geral, a produtividade média tem sido de 260 sacas por alqueire.

Umidade
Em relação à umidade do produto, a maior parte do milho entregue pelos produtores está abaixo de 20%, percentual considerado satisfatório, pois otimiza o processo de secagem e armazenagem.

Conforme o presidente, a Copagril estipulou percentual máximo de 22% de umidade, a fim de reduzir custos de secagem e garantir qualidade do produto armazenado. “É muito bom ver que os nossos associados estão conseguindo colher com baixa umidade, atendendo ao que foi estipulado para o recebimento”, afirma.

A cooperativa realiza o processo de secagem quando o cereal recebido está fora do padrão estabelecido, a fim de evitar problemas como aquecimento e degradação dos grãos que serão posteriormente utilizados para a produção de rações e outros produtos.

Fluxo de recebimento
Em alguns dias de colheita, o alto fluxo nas entregas gera filas nas unidades de recebimento da Copagril. “É natural termos algumas filas de caminhões nos dias que apresentam as melhores condições para realizar a colheita, mas basta ter um pouco de paciência nesse momento tão importante de entrega da produção, pois a Copagril está preparada para recebê-la”, declara Podkowa.

A previsão do tempo para os próximos dias deve favorecer a retomada da colheita, com condições climáticas adequadas para obter grãos mais secos, e como consequência agilizado em todo o processo de entrega e de secagem.

A equipe técnica da Copagril está preparada para atender a todos os associados e produtores com este alto volume de entrega, buscando garantir o acondicionamento da produção de milho segunda safra.

Com Assessoria

Veja também
Suspeito de assalto morre após confronto com a PM na BR-369, em Cascavel

Suspeito de assalto morre após confronto com a PM na BR-369, em Cascavel

A arma usada pelo rapaz foi localizada e apreendida pela PM. Ela estava com três munições intactas e três deflagradas.

TRE do Paraná marca julgamento de processo que pode cassar Moro para 1º de abril

TRE do Paraná marca julgamento de processo que pode cassar Moro para 1º de abril

Julgamento tinha sido adiado enquanto TRE aguardava nomeação de sétimo membro do colegiado.

Homem se esconde em carro para matar mulher e solta veículo em ladeira para simular acidente em SC

Homem se esconde em carro para matar mulher e solta veículo em ladeira para simular acidente em SC

Segundo a Polícia Civil, suspeito tentou fingiu acidente para ocultar o crime.