Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

CONSEG discute possibilidade de instalar uma nova cadeia pública em Marechal Rondon

Assunto foi apresentado pelo promotor Caio Di Rienzo que revelou a situação precária da estrutura.

O Conselho Comunitário de Segurança de Marechal Cândido Rondon – CONSEG, promoveu nesta quarta-feira (04) nova reunião ordinária, que contou com a presença efetiva dos comandantes de todas as forças policiais instaladas no município.

Estiveram presentes o comandante do Batalhão de Polícia de Fronteira, major Nabozny; a comandante do Quartel do Corpo de Bombeiros, capitã Marcela; o novo comandante da Segunda Companhia da Policia Militar tenente Paulo; e o delegado de Policia Civil, Julio Kruger.

Também participaram da reunião os membros efetivos da diretoria do CONSEG, representantes dos órgãos públicos como poderes executivo e legislativo, e sociedade civil organizada.

O presidente Victor Morel e a tesoureira Mirta Steinmacher, fizeram a prestação de contas da feijoada, realizada no mês passado, e que garantiu uma injeção de novos recursos ao caixa da entidade.

A assembleia foi marcada pela participação do promotor de justiça, Caio Di Rienzo, que levou para a discussão as problemáticas da cadeia publica de Marechal Rondon.

Segundo Caio, a situação é precária, há superlotação, e as ultimas reformas realizadas não resolveram os muitos problemas que tiram a segurança não só dos presos, mas principalmente de quem trabalha lá.

Com base em um relatório elaborado e divulgado pelo Conselho da Comunidade de Marechal Cândido Rondon, o cadeião precisa de muitas melhorias, todas urgentes.
Uma das alternativas apresentada pelo promotor Caio, seria a construção de uma nova estrutura para a cadeia publica municipal, numa parceria entre o Poder Executivo e o Governo do Estado. “A discussão foi levantada, o problema existe, e agora esperamos que o prefeito Marcio Rauber juntamente com a sociedade civil organizada, que é bastante presente no município, que realizem estudos e consulte a população quanto a possível instalação ou não de uma nova cadeia em Marechal” explicou o promotor Caio.

Com a instalação de uma nova estrutura, existe a contrapartida positiva de aumentar o efetivo policial, bem como da liberação de mais recursos para Marechal Rondon, assim como já aconteceu em outros municípios que receberam novas estruturas de cadeia publica, como é o exemplo de Guaíra.

Também na reunião desta quarta-feira, foram feitas homenagens para algumas autoridades que deixaram seus postos, referendados pela excelência dos trabalhos prestados.

Recebeu uma comenda o capitão Zambon, que deixou o comando da Segunda Companhia da Policia Militar de Marechal Rondon e passou a integrar o Batalhao de Polícia de Fronteira.

O capitão Beiger, que se destacou com o Pelotão Canil no BPFron, deixa o Batalhão de Fronteira e para ser promovido para comandar a Terceira Companhia da Policia Rodoviária Estadual, responsável por todas as rodovias do Oeste do Estado, incluindo o posto da PRE de Marechal Rondon.

A sua nova função ainda não foi publicada em Diário Oficial.

Com Assessoria

Veja também