quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Copel vai investir R$ 548 milhões nas regiões Oeste e Sudoeste ao longo de 2024

Do valor total, R$ 74,78 milhões serão aplicados em obras de alta tensão, que incluem as novas linhas e subestações.
(Foto: Copel)
(Foto: Copel)

As regiões Oeste e Sudoeste do Paraná vão receber R$ 548,28 milhões em investimentos na rede elétrica ao longo de 2024. O montante, que representa 26% do total a ser investido em distribuição de energia no Estado no período, será aplicado nos principais programas da companhia e na construção e ampliação de subestações e linhas. Em Francisco Beltrão e São Miguel do Iguaçu, duas novas subestações vão entrar em operação ainda neste ano. Em Capitão Leônidas Marques e Capanema, as novas unidades serão concluídas até 2025.

“Em todo o Paraná vamos investir R$ 2,091 bilhões em 2023. As regiões Oeste e Sudoeste concentram grande parte das obras”, informa Edison Ribeiro da Silva, superintendente de engenharia de expansão da Copel. Ele explica que os investimentos ampliam a infraestrutura elétrica nas regiões e contribuem para o desenvolvimento do Estado. “Esses empreendimentos vão proporcionar qualidade de vida à população e energia de qualidade para o setor produtivo crescer.”

Do valor total, R$ 74,78 milhões serão aplicados em obras de alta tensão, que incluem as novas linhas e subestações no Oeste e Sudoeste do Paraná. Atualmente, duas subestações estão em construção no Sudoeste e outras duas no Oeste.

Em Francisco Beltrão será entregue, ainda em 2024, a subestação Petrópolis. A unidade vai operar em 138 mil volts e ampliar a capacidade de distribuição de energia no município e na região. Ao todo, a Copel está investindo R$ 38 milhões no empreendimento – valor que inclui linhas de transmissão para conectar a nova unidade ao sistema e leva em consideração todo o período de construção.

Também neste ano será colocada em operação a subestação São Miguel do Iguaçu (138 mil volts), que está sendo erigida no município homônimo. Em conjunto com novas linhas para conectá-la ao sistema, a unidade vai absorver, ao todo, desde o início de sua construção, R$ 39,8 milhões em investimentos.

Em 2025 a Copel vai entregar as subestações Barão de Capanema (138 mil volts), em Capanema, e Capitão Leônidas Marques (138 mil volts), no município de mesmo nome. Os investimentos totais para cada empreendimento, que também terão novas linhas de distribuição, serão de R$ 59,6 milhões e R$ 87,7 milhões, respectivamente.

Outras unidades em ambas as regiões passarão por grandes obras de modernização e ampliação. É o caso das subestações São Cristóvão e Pinheiros, em Cascavel, e Chopinzinho e Santo Antônio do Sudoeste, nos municípios homônimos.

PARANÁ TRIFÁSICO – Grande parte dos investimentos será aplicada nos principais programas de modernização da rede empreendidos pela Copel. Somente o Paraná Trifásico, maior iniciativa voltada à rede rural no Brasil, vai receber R$ 221,14 milhões em obras. Com o programa a Copel está ampliando a estrutura trifásicas no campo. As novas redes, além de mais resistentes, dispõem de equipamentos interligados e automatizados que, em caso de desligamentos, são capazes de restabelecer o fornecimento de energia em poucos segundos.

Até agora, a companhia já entregou 4,8 mil quilômetros de redes trifásicas nas duas regiões, 31,5% dos 15,2 mil quilômetros construídos em todo o Paraná. Os municípios de Cascavel, com 223 quilômetros concluídos, Francisco Beltrão, com 184 km, Guaraniaçu, com 148 km, Toledo, com 143 km, e Capanema, com 113 km, foram os maiores beneficiados até agora.

REDE ELÉTRICA INTELIGENTE – Outros R$ 116,48 milhões serão investidos no Rede Elétrica Inteligente, maior programa de smart grids do Brasil. A iniciativa, que começou a instalar medidores inteligentes em domicílios do Sudoeste, em 2021, vai expandir-se para outras 50 cidades do Oeste, como Cascavel, Foz do Iguaçu, Toledo, Marechal Cândido Rondon, Palotina e Medianeira, entre outros.

OUTROS PROJETOS – A Copel vai aplicar, ainda, R$ 135,88 milhões em obras de média tensão, que incluem expansão de redes urbanas, instalação de equipamentos de automação e modernização da rede, e obras de atendimento à solicitação de clientes.

 Com informações da AEN

Veja também
Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

A morte do professor, que era popularmente conhecido como “Carlinhos”, causou forte comoção entre os moradores.

Comitiva do Governo visita empresa norte-americana referência global em irrigação

Comitiva do Governo visita empresa norte-americana referência global em irrigação

O principal interesse da delegação paranaense é nos chamados pivôs de irrigação, uma ferramenta moderna para impulsionar a agricultura.

ApexBrasil e Abipesca investirão R$ 8 milhões para alavancar a exportação de pescados

ApexBrasil e Abipesca investirão R$ 8 milhões para alavancar a exportação de pescados

Desse valor, R$ 4,8 milhões (60%) vão ser aportados pela ApexBrasil e R$3,2 milhões (40%) virão como contrapartida da Abipesca.