sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

De janeiro a setembro, Paraná lidera geração de empregos para jovens na região Sul

O setor da indústria foi o que mais ofereceu oportunidade de emprego e renda para a juventude paranaense, com 22.152 postos de trabalho, o terceiro melhor resultado no cenário nacional.
(Foto: José Fernando Ogura/Arquivo AEN)
(Foto: José Fernando Ogura/Arquivo AEN)

O Paraná lidera o ranking de empregabilidade na faixa etária de 18 a 29 anos na região Sul, com saldo positivo de 68.383 jovens empregados com carteira assinada de janeiro a setembro deste ano. O setor da indústria foi o que mais ofereceu oportunidade de emprego e renda para a juventude paranaense, com 22.152 postos de trabalho, o terceiro melhor resultado neste segmento no cenário nacional. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego.

No acumulado do ano, o Paraná foi responsável por 27,5% das 1.127.806 novas contratações de jovens entre 18 e 29 anos realizadas em todo o país em nove meses, ocupando o quarto lugar no ranking nacional. O Estado de São Paulo, no topo da lista, colocou 311.062 trabalhadores na mesma faixa etária. Na sequência estão Minas Gerais (115.175) e Rio de Janeiro (89.530).

Entre os estados da Região Sul, o saldo de empregos gerados no Paraná para o mesmo recorte etário representou 42% dos 161.814 postos de trabalho ocupados por jovens entre os meses de janeiro a setembro de 2023. Os estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul criaram 51.957 e 41.474 vagas, respectivamente.

No setor da indústria, o Paraná se destacou no cenário nacional, perdendo apenas para os estados de São Paulo (70.390) e Minas Gerais (28.656) em saldo de empregos gerados para jovens.

Para o secretário Mauro Moraes, do Trabalho, Qualificação e Renda, o resultado obtido pelo Paraná no ranking de empregos para a juventude no setor da indústria, se comparado ao saldo de trabalhadores na mesma faixa etária em Minas Gerais, que possui quase o dobro da população paranaense, reforça o sucesso das políticas de promoção de emprego e renda adotadas pelo Governo do Estado, em especial a oferta de cursos de qualificação profissional, para ampliar as oportunidades para trabalhadores com idade até 29 anos.

“Parcerias como as que temos com o Sistema S são fundamentais para garantir formação de mão de obra para a indústria. Ganham com isso os trabalhadores e o setor industrial do Paraná, que precisa de mão de obra adequada para crescer e poder empregar ainda mais”, destaca.

De acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2022, o Paraná possui uma população de 11.444.380, a quinta maior do país. Minas Gerais é o segundo estado mais populoso, com 20.539.989 pessoas. Em primeiro está o Estado de São Paulo (44.411.238).

Atualmente, a Secretaria do Trabalho, Qualificação e Renda oferece diversos cursos de qualificação profissional distribuídos em projetos como Carretas do Conhecimento, Qualifica Paraná + Gestão, Qualifica Paraná, Mega-Gerar, Mais Qualificação e o Bora Paraná, este último com oferta de bolsa-auxílio para estudantes no valor de R$ 600.

“O pagamento de bolsas para alunos matriculados em cursos de qualificação ofertados pela SETR tem como objetivo reduzir os casos de desistência”, explica Moraes, acrescentando que o valor é uma ajuda financeira para custeio de despesas com alimentação e transporte.

Já o projeto Bora Paraná – Unidades Móveis 2023 é uma parceria do Governo do Paraná, Ambev e Senai Paraná. O objetivo é levar qualificação profissional de qualidade até as localidades mais distantes dos centros urbanos, assim como para locais em centros urbanos onde se concentram populações vulneráveis.

Com informações da AEN

Veja também
Suspeito de assalto morre após confronto com a PM na BR-369, em Cascavel

Suspeito de assalto morre após confronto com a PM na BR-369, em Cascavel

A arma usada pelo rapaz foi localizada e apreendida pela PM. Ela estava com três munições intactas e três deflagradas.

Mercedes deve recuperar pelo menos 20 nascentes em 2024

Mercedes deve recuperar pelo menos 20 nascentes em 2024

Ação é parte de convênio com a Itaipu para instalar oito usinas de energia solar no município; investimento de R$ 2 milhões.

Família morre ao cair em riacho com caminhão em SC

Família morre ao cair em riacho com caminhão em SC

Homem de 26 anos, mulher de 25 e criança de 10 foram encontrados sem vida depois do acidente.