quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Em ano difícil, C.Vale amplia sobras e faturamento

Receitas superaram R$ 24 bilhões e sobras chegaram a R$ 120 milhões.

A C.Vale conseguiu ampliar seu faturamento em 7,62% e vai distribuir sobras aos associados, apesar das dificuldades causadas por quebras de safra e pela queda dos preços dos grãos e carnes em 2023. A cooperativa faturou R$ 24,42 bilhões e vai repassar R$ 120 milhões aos associados, entre sobras, devolução de capital social e, pela primeira vez, retorno de ICMS relacionado à esmagadora de soja no valor de R$ 8,36 milhões. O valor dos repasses é 7% maior que o de 2022. “Esperávamos um desempenho melhor, mas o agronegócio lida com componentes sobre os quais não temos controle, sendo o clima o mais importante deles”, avaliou o presidente da cooperativa, Alfredo Lang. O pagamento das sobras começa no dia 5 de fevereiro.

Em relatório apresentado aos associados durante assembleia, no dia 2 de fevereiro, na Asfuca de Palotina, ele classificou 2023 como um ano cheio de contrastes. Lang lembrou o acidente na unidade de grãos de Palotina, que deixou dez mortos e dez feridos, e a inauguração da esmagadora de soja, empreendimento que exigiu mais de R$ 1 bilhão em investimentos.

INDÚSTRIAS
Vinte e três anos depois do início da fase de industrialização, as unidades de negócio que processam frangos, peixes e mandioca representam 27% do faturamento da C.Vale, com uma receita de R$ 6,7 bilhões. A C.Vale exportou 67% da carne de frango e 26% da carne de tilápia produzidas por seus associados. Com 8.412 funcionários, as indústrias respondem por 60% do quadro de trabalhadores da cooperativa, composto por 13.886 pessoas.

No segmento grãos, a C.Vale recebeu mais de 50 milhões de sacas de soja e quase 46 milhões de sacas de milho no ano passado. Agora em 2024 a cooperativa vai colocar em operação a esmagadora de soja e vai ampliar a fábrica de rações localizada em seu complexo agroindustrial.

Na assembleia do dia 2 de fevereiro, os associados fizeram um minuto de silêncio pela morte do conselheiro de Administração da C.Vale, Edmir Soares, de Terra Roxa.

ELEIÇÃO
Os associados da C.Vale aprovaram, na assembleia do dia 2 de fevereiro, a chapa única para a direção da cooperativa para o período 2024/2027. A chapa é composta por Alfredo Lang (presidente), Ademar Pedron (vice) e Walter Dal’Boit (diretor-secretário). O Conselho de Administração é formado por Antônio de Freitas, Claudinei Hafemann, Eurico de Freitas Miranda, Eneci Rizzo, João Telles Morilha e Orival Roque Betinelli. O Conselho Fiscal para 2024 é composto por Gilson Lussani, José Tondo, Volmar Hendges, Milton Cividini, Nelson Lauersdorf e Wilson Costa.

Com Assessoria

Veja também
Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

A morte do professor, que era popularmente conhecido como “Carlinhos”, causou forte comoção entre os moradores.

Fux autoriza quebra de sigilos bancário e fiscal de deputado Janones

Fux autoriza quebra de sigilos bancário e fiscal de deputado Janones

Investigação apura crime de peculato, concussão e associação criminosa.

Raio mata vacas avaliadas em cerca de R$ 50 mil

Raio mata vacas avaliadas em cerca de R$ 50 mil

Segundo o proprietário, além do prejuízo financeiro, animais produziam 80 litros de leite diários.