Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Estado lança campanha para mostrar o Casa Fácil, maior programa de habitação do País

Na primeira fase do programa, governo estadual pagou R$ 15 mil de entrada para mais de 31 mil famílias.
Foto: Gabriel Rosa/AEN

O Governo do Estado lançou na sexta-feira (20) uma campanha publicitária apresentando os resultados da primeira fase do Casa Fácil Paraná, o maior programa de habitação do Brasil. Com mais de 63 mil famílias atendidas entre todas as ações propostas pelo projeto, o Estado investiu cerca de R$ 807 milhões. A campanha também apresenta as perspectivas para a segunda etapa do programa, em que mais 40 mil famílias serão beneficiadas.

O Casa Fácil Paraná tem como objetivo realizar o sonho da casa própria a famílias paranaenses, oferecendo moradias dignas a pessoas de baixa renda e regularizando a titularidade de imóveis. A campanha, com materiais veiculados na televisão, em rádios, nas redes sociais YouTube e em jornais, mostra relatos de pessoas beneficiadas pelo programa e os resultados dos investimentos.

Além dos resultados, a campanha também apresenta à população as possibilidades de adesão aos programas de habitação do Estado.

VALOR DE ENTRADA – A principal ação do Casa Fácil consiste no pagamento do valor de entrada das moradias, por parte do Governo do Estado, via Cohapar, para as famílias beneficiadas. Na primeira etapa do programa, o Estado bancou R$ 15 mil na entrada dos imóveis de 31.384 famílias, em um investimento total de mais de R$ 470 milhões.

A campanha também mostra que a segunda etapa do programa vai atender mais 40 mil famílias, que receberão do Governo do Estado R$ 20 mil de aporte para as entradas dos imóveis. O edital desta fase do programa foi lançado em julho.

VIVER MAIS – O Casa Fácil também tem como objetivo garantir moradia digna e saudável para pessoas idosas com renda de um a seis salários mínimos. O programa viabiliza a construção de condomínios residenciais fechados para este público, com completa infraestrutura de saúde, assistência social e lazer.

Serão 21 Condomínios do Idoso, com estruturas completas de lazer e saúde para 840 famílias. O investimento estadual para esta ação é de R$ 54 milhões.

ESCRITURA NA MÃO – Além disso, a campanha também mostra que o Estado regularizou e requalificou mais de 24 mil moradias de famílias que estavam ameaçadas de perder seus lares. Os investimentos nesta área são destinados à titulação de propriedades, urbanização de áreas, obras de infraestrutura e recuperação ambiental para promover a melhoria da qualidade das famílias envolvidas no programa.

Com informações da AEN

Veja também

Últimas Noticias