Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Governo propõe alteração na escolaridade para ingresso na PMPR e no Corpo de Bombeiros

Para o ingresso de soldados, a exigência da formação passará de nível médio para superior.

O Governo do Estado encaminhou para a Assembleia Legislativa do Paraná nesta terça-feira (10) um projeto de lei que altera o nível de escolaridade exigido para o ingresso nos Quadros de Oficiais e de Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná. Após a aprovação, a medida valerá para os editais dos novos concursos.

Para o ingresso de soldados, a exigência da formação passará de nível médio para superior. Para oficiais, na Polícia Militar, será exigida a formação de Bacharel em Direito, e no Corpo de Bombeiros Militar qualquer curso superior. O texto altera a Lei Estadual 1.943/1954, que disciplina a escolaridade exigida para ingresso nas forças de segurança.

Atualmente, dez estados brasileiros já adotaram a exigência de nível superior para o ingresso de soldados. No caso da solicitação do curso superior em Direito para oficiais, 15 estados implementaram a medida.

“A medida auxilia na contratação de profissionais mais qualificados, o que reflete em uma segurança pública mais bem preparada para atender a população. O Paraná segue uma tendência nacional, que está adotando níveis de escolaridade mais altos para o ingresso nas corporações”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Hudson Leôncio Teixeira.

Recentemente foram formados 2,4 mil policiais militares e 419 novos bombeiros militares. O governador Carlos Massa Ratinho Junior já autorizou a realização de um novo concurso público que prevê o preenchimento de 360 vagas. São 230 para a Polícia Militar e 130 para o Corpo de Bombeiros.

Com informações da AEN

Veja também

Últimas Noticias