Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Indicador do Boi Gordo encerra janeiro com queda de 2,9%

De modo geral, os preços oferecidos pelos frigoríficos não têm agradado produtores e geram certo desânimo para a reposição.
(Foto: CNA/Wenderson Araújo/Trilux)
(Foto: CNA/Wenderson Araújo/Trilux)

Após iniciar janeiro acima dos R$ 252/@, o Indicador do Boi Gordo CEPEA/B3 encerra o mês com queda acumulada de 2,9%, fechando a quarta-feira (31), a R$ 245.

Segundo pesquisadores do Cepea, as escalas de abate relativamente alongadas têm pressionado as cotações da arroba, sobretudo para animais destinados ao abastecimento do mercado doméstico.

De modo geral, os preços oferecidos pelos frigoríficos não têm agradado produtores e geram certo desânimo para a reposição.

Sem muita possibilidade de segurar os animais no pasto ou no cocho, tendo em vista que eleva os custos, pecuaristas tradicionais e confinadores vão testando seus limites individuais de viabilidade, tentando regular a oferta.

Com informações do Cepea

Veja também