quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Marido é preso suspeito de matar esposa estrangulada após ela se recusar a desbloquear celular

Homem disse, em depoimento, que colocou joelho sob o pescoço da jovem para segurá-la e liberar o reconhecimento facial do aparelho.

Um homem é suspeito de matar a esposa estrangulada após ela se recusar a desbloquear o próprio celular para que ele pudesse mexer no aparelho. O caso aconteceu na segunda-feira (29) em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba.

O suspeito foi preso horas depois. O motivo do crime foi citado por ele em depoimento à polícia, ao qual a RPC teve acesso.

Eduarda Amabile Correia, de 26 anos, vivia com o suspeito Tiago Trindade havia três anos.

O homem relatou que, durante a discussão, colocou o joelho sob o pescoço da jovem para segurá-la e liberar o reconhecimento facial do aparelho. A intenção, segundo ele, era verificar se ela estava tendo algum outro relacionamento.

No depoimento, ele ainda contou que não mediu a própria força e não lembra quanto tempo durou o golpe e que, quando viu, a mulher estava com o rosto arroxeado.

Ele decidiu ligar para o próprio irmão, que levou a cunhada para a Unidade de Pronto de Atendimento (UPA) da cidade.

A jovem não resistiu aos ferimentos e morreu na UPA.

De acordo com a Polícia Civil do Paraná (PCPR), o suspeito foi preso em flagrante por feminicídio.

“As investigações da PCPR continuam a fim de comprovar a causa da morte e esclarecer os fatos”, informa a corporação.

Eduarda atuava como vendedora e está sendo velada na Capela Mortuária de Tomaz Coelho, em Araucária. O sepultamento está previsto para às 17 horas desta terça-feira (30) no cemitério municipal da cidade.

Com informações do G1

Veja também
ApexBrasil e Abipesca investirão R$ 8 milhões para alavancar a exportação de pescados

ApexBrasil e Abipesca investirão R$ 8 milhões para alavancar a exportação de pescados

Desse valor, R$ 4,8 milhões (60%) vão ser aportados pela ApexBrasil e R$3,2 milhões (40%) virão como contrapartida da Abipesca.

Clube organiza prova aberta de pesca da corvina em Porto Mendes

Clube organiza prova aberta de pesca da corvina em Porto Mendes

A premiação, composta por motores de popa e barcos de alumínio, é patrocinada pelo município, conforme prevê a lei 5.379/22.