Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Menina que se afogou em piscina após cabelo ficar preso em sugador recebe alta da UTI: ‘É um milagre’

Valentina Oliveira Mansano, de 9 anos, participava de uma confraternização de igreja quando acidente aconteceu.

Valentina Oliveira Mansano, de 9 anos, que se afogou após prender o cabelo no sugador de uma piscina, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Metropolitano de Maringá, no norte do Paraná. Ela foi transferida para enfermaria pediátrica.

A menina ficou submersa mais de 3 minutos em uma piscina durante uma confraternização com amigos e familiares em uma chácara de Doutor Camargo, também no norte do estado. Relembre mais abaixo.

Foram nove dias de internamento na UTI com sedação e tubos de oxigênio. A alta, confirmada pelo pai dela, Josué Pereira Mansano, foi na segunda-feira (30), à tarde.

“O processo de recuperação dela foi muito bom. Quando íamos lá, era só notícia boa. Aos poucos está comendo, falando. É um milagre”, falou.

Recuperação
Durante os nove dias de internamento, o pai e a mãe da Valentina se revezavam no hospital para cuidar da menina.

Na quarta-feira (26), a criança havia deixado os respiradores mecânicos e os tubos que levavam a alimentação até o estômago.

“Aos pouquinhos foi indo, comendo devagarinho até conseguir se restabelecer. É um passo atrás do outro”, relatou.
A expectativa, segundo Josué, é de que ela receba alta hospitalar nos próximos dias.

Menina que se afogou em piscina após cabelo ficar preso em sugador recebe alta da UTI

Afogamento
Conforme o pai, a filha participava de uma confraternização de um coral de igreja da cidade em uma casa de festas com outras crianças.

A piscina em que ela estava tem um metro e meio de profundidade. A família percebeu o acidente após a menina dar um mergulho e não retornar à superfície.

Ainda de acordo com o pai, a criança ficou submersa por cerca de três minutos.

Inicialmente, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) havia informado que a menina tinha ficado 10 minutos submersa.

Quando a equipe de resgate chegou ao local, realizou manobras de reanimação na criança. Ela estava em estado considerado grave e foi levada para atendimento médico de helicóptero.

Cabelo da criança precisou ser cortado, segundo o pai
Para retirar a menina da água, o cabelo da criança precisou ser cortado, segundo o pai. Isso porque a sucção do equipamento que a puxou era muito forte, de acordo com Josué.

O pai da criança contou que uma enfermeira, amiga da família, estava no local na hora do acidente e fez os primeiros socorros. Em menos de 5 minutos, a ambulância do município socorreu a criança, conforme Josué.

“Graças a Deus tinha uma amiga nossa que tirou ela da água e fez os primeiros socorros. Foi um anjo”, falou.

Alegre e brincalhona
Valentina é filha única de Josué e da esposa. O pai conta que ela sempre participa de missas e eventos religiosos, como ocorreu no sábado.

O pai contou que a menina sempre esbanja alegria por onde passa e que ela adora brincar na água.

“Ah, ela é forte e sorridente, esperta, amada. Não à toa que ela está resistindo bem à recuperação”, falou.

Com informações do G1

Veja também