quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Mulher enfrentando depressão confessa ter ateado fogo na casa que morava em Nova Santa Rosa

A PM entrou em contato com a proprietária da casa, uma senhora idosa que reside nas proximidades, a qual, a princípio, não manifestou interesse em representar contra a inquilina.
(Foto: Marcos Elieser/A Gazeta Web)
(Foto: Marcos Elieser/A Gazeta Web)

Em Nova Santa Rosa, na manhã de ontem (23), uma mulher, enfrentando problemas de depressão, confessou à Polícia Militar (PM) que ateou fogo na casa em que morava com o companheiro e seu filho, no final da Rua Toledo. No momento do incidente, eles estavam ausentes.

De acordo com informações da PM, a mulher relatou ter iniciado o incêndio de forma intencional, utilizando um isqueiro para atear fogo em um colchão, com a intenção de queimar a residência e tirar a própria vida. No entanto, ao se deparar com a fumaça sufocante, buscou refúgio em um guarda-roupas em outro cômodo da casa.

A ação de combate ao incêndio foi iniciada pela equipe da prefeitura de Nova Santa Rosa, que chegou ao local com um caminhão pipa. Durante a operação, perceberam a presença da mulher dentro da casa em chamas. Ela foi socorrida e encaminhada ao Hospital Bom Pastor, mas não sofreu ferimentos.

A PM entrou em contato com a proprietária da casa, uma senhora idosa que reside nas proximidades, a qual, a princípio, não manifestou interesse em representar contra a inquilina. Diante dos acontecimentos, a Polícia Civil (PC) foi acionada para fornecer orientações sobre as medidas cabíveis.

Este episódio destaca a importância de pessoas enfrentando problemas de depressão buscarem ajuda profissional e apoio emocional adequado para lidar com suas dificuldades.

CENTRO DE VALORIZAÇÃO DA VIDA
O Centro de Valorização da Vida (CVV) presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção ao suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato.

Os contatos com o CVV são feitos pelos telefones 188 (24 horas e sem custo de ligação), pessoalmente (nos mais de 120 postos de atendimento) ou pelo site www.cvv.org.br, por chat e e-mail. Nestes canais, são realizados mais de 3 milhões de atendimentos anuais, por aproximadamente 4.000 voluntários, localizados em 24 estados, mais o Distrito Federal.

Com informações da A Gazet Web

Veja também
Presidente do STF nega 192 pedidos de afastamento de Moraes dos inquéritos sobre ataques do 8/1

Presidente do STF nega 192 pedidos de afastamento de Moraes dos inquéritos sobre ataques do 8/1

Desde dezembro, a Corte tem sido acionada por advogados dos réus denunciados pelos ataques às sedes dos Três Poderes.

Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

A morte do professor, que era popularmente conhecido como “Carlinhos”, causou forte comoção entre os moradores.

Raio mata vacas avaliadas em cerca de R$ 50 mil

Raio mata vacas avaliadas em cerca de R$ 50 mil

Segundo o proprietário, além do prejuízo financeiro, animais produziam 80 litros de leite diários.