Domingo, 05 de Dezembro de 2021
25°

Poucas nuvens

Nova Santa Rosa - PR

Policial Mato Grosso do Sul

Polícia Civil conclui que genro e filha mandaram matar fazendeiro em Naviraí

Dois homens entraram na fazenda e atingiram o proprietário a tiros. A esposa dele também era alvo do ataque, conforme a PC.

19/11/2021 às 20h55
Por: Redação Fonte: Campo Grande News
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

O homem que morreu na troca de tiros com a polícia, nesta quinta-feira (17), em Palotina, é acusado de ser um dos pistoleiros que tiraram a vida do fazendeiro Paulo Sérgio de Freitas Miranda, de 57 anos, em Naviraí (MS).

De acordo com a Polícia Civil (PC), o genro e a filha de Paulo Miranda foram os mandantes da execução, no dia 23 de setembro. Dois homens entraram na fazenda e atingiram o proprietário a tiros. A esposa dele também era alvo do ataque, conforme a PC.

Imagens do circuito interno de segurança registraram a ação do bandido. O pistoleiro morto em Palotina aparece nas imagens. Ele foi morto pela Polícia Militar após o roubo de uma caminhonete.

Conforme o site Campo Grande News, a filha de Paulo Miranda e o esposo dela não tinham mais contato com o fazendeiro devido a um desentendimento familiar a respeito de um suposto abuso, que continua sendo investigado pela Polícia Civil de Guaíra (PR). O casal também estaria passando por sérios problemas financeiros.

Um dia depois do crime, os policiais descobriram que o veículo Monza utilizado no ataque havia passado por reparos numa oficina em Guaíra (PR), e que a pessoa que teria solicitado os reparos era um primo do genro da vítima.

Também no Paraná, na cidade de Palotina, os policiais civis conseguiram identificar um dos pistoleiros contratados para realizar o crime. Descobriram, inclusive, a residência onde os criminosos se esconderam após a execução, bem como identificaram o motorista que deu fuga aos assassinos e o veículo usado.

O genro e a filha de Paulo Miranda, bem como outras pessoas envolvidas no crime, estão presos. Um dos pistoleiros confirmou participação na morte do fazendeiro.

A Polícia Civil concluiu que a execução de Paulo Sérgio de Freitas Miranda foi minuciosamente planejada pela família. Cada um dos pistoleiros foi contratado por R$ 20 mil, mas nenhum deles recebeu o pagamento. O contratante foi o primo do genro da vítima, que inclusive foi quem levou os criminosos até Naviraí, dois dias antes do crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Nova Santa Rosa - PR Atualizado às 21h17 - Fonte: ClimaTempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 33°

Seg 34°C 18°C
Ter 33°C 17°C
Qua 33°C 17°C
Qui 32°C 12°C
Sex 33°C 14°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias