sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Preço do arroz tem alta de 58% para os consumidores

Enchente que atingiu o Rio Grande do Sul no ano passado é um dos motivos do aumento.
(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Em um restaurante de Cascavel, o arroz está na lista dos alimentos mais produzidos. Por mês são 78 sacos de 5kg que vão para a panela. O produto em outubro era pago R$ 17 agora está R$ 30,90. São R$1.084,20 a mais, e para não perder o cliente a quantia não está sendo repassada.

De acordo com uma pesquisa do Dieese, entre os produtos da cesta básica, o arroz foi o que teve a maior alta. O aumento foi registrado em 16 capitais brasileiras.

Foram 27,03%, os dados são de novembro de 2023 em comparação ao mesmo período do ano anterior. Os consumidores estão sentindo a alta de preços e cada um dá um jeito para continuar comprando o produto.

A enchente que atingiu o Rio Grande do Sul em setembro e novembro do ano passado deixou as plantações embaixo d’água e esse é um dos motivos da falta do produto e do aumento no preço. Em agosto, quando começou a ter escassez e o preço subiu a diferença foi ainda maior. Em um supermercado de Cascavel a mesma marca de arroz que em outubro de 2023 era vendida na promoção a R$18,99 cada 5kg, agora está em média R$30,00, uma alta de 58%.

Dados da Conab, Companhia Nacional do Abastecimento, apontam que a previsão para a safra 2022/2023 é de uma produção de 9,98 milhões de toneladas de arroz. O Rio Grande do Sul é responsável por cerca de 70%, são 7,6 milhões de toneladas. Segundo o Deral, Departamento de Economia Rural, o Paraná tem uma parcela de 1,5% da produção nacional.

Ainda segundo o Deral, atualmente o produtor de arroz está com uma valorização de 45%, isso se for considerado os últimos 12 meses e essa valorização não foi totalmente repassada para o mercado porque é o período de entressafra, mas a tendência é de no próximo mês tenha uma queda nos preços.

Com informações da Catve

Veja também
Família morre ao cair em riacho com caminhão em SC

Família morre ao cair em riacho com caminhão em SC

Homem de 26 anos, mulher de 25 e criança de 10 foram encontrados sem vida depois do acidente.

Parceria entre Prefeitura de Quatro Pontes e Senac viabiliza curso de ‘Salgados de Festa’

Parceria entre Prefeitura de Quatro Pontes e Senac viabiliza curso de ‘Salgados de Festa’

A idade mínima requerida é de 16 anos e a escolaridade o 5º ano do Ensino Fundamental.