Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Prefeitura de Nova Santa Rosa faz alerta sobre o aumento da presença do mosquito da dengue no município

O último levantamento epidemiológico, realizado na semana passada, – LIRAa – apontou um percentual de 5.5% quando o preconizado é apenas 1%.

A Prefeitura de Nova Santa Rosa através da Secretaria de Saúde faz um alerta para a população: Houve um aumento da presença do mosquito Aedes Aegypti – transmissor da dengue – no município. O último levantamento epidemiológico, realizado na semana passada, – LIRAa – apontou um percentual de 5.5% quando o preconizado é apenas 1%.

Os pontos em que o Aedes Aegypti foi encontrado com maior incidência são:

  • 52,3% em coletas inadequadas de água da chuva;
  • 30,8% em bebedouros de animais que não são limpos (domésticos e rurais);
  • 7,7% em pneus depositados ao tempo;
  • 7,7 em lixos descartados de maneira incorreta.

Assim, SOLICITAMOS que a população de Nova Santa Rosa (sede e distritos) colabore com o controle e prevenção. O LIRAa já aponta para uma possível infestação do mosquito, por isso é IMPORTANTE que as pessoas tomem o cuidado e vedem adequadamente os locais de coleta da água da chuva, que limpem no mínimo duas vezes por semana os bebedouros dos animais, que guardem pneus em áreas cobertas e que descartem o lixo na lixeira. Todos os cuidados visam evitar o acúmulo de água, por menor que seja.

O secretário de Saúde, Noedi Hardt, comunica também que os índices podem aumentar devido ao período de chuva e calor. “Cada um deve fazer sua parte. É algo que lembramos todos os anos, é repetitivo, mas muito importante. A pessoa que é infectada com a dengue sofre, só quem passou sabe. O momento de agir é agora, fazendo a prevenção. Eliminando qualquer tipo de recipiente que possa acumular água parada, desde um prato de flor, até um coletor de água da chuva”, explica o secretário de Saúde.

O QUE É LIRAa? – É uma metodologia que permite o conhecimento de forma rápida, por amostragem, da quantidade de imóveis com a presença de recipientes com larvas de Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

CASOS DE DENGUE – Conforme o último Informe Epidemiológico da dengue cadastrado na 20ª Regional de Saúde o município tem 9 notificações, com 1 caso confirmado, 3 casos descartados e 5 casos em investigação.

Com Assessoria

Veja também

Últimas Noticias