sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Professor suspeito de trocar ‘nudes’ com alunos adolescentes é denunciado por estupro de vulnerável

Segundo MP, mensagens pornográficas eram trocadas em grupo do WhatsApp. Processo tramita sob sigilo.

Um professor de Castro, nos Campos Gerais do Paraná, foi denunciado por estupro de vulnerável acusado de trocar mensagens e imagens pornográficas com alunos adolescentes em um grupo no WhatsApp. O professor está preso.

O nome do suspeito não foi divulgado, e o caso tramita sob sigilo. Agora, cabe a Justiça aceitar, ou não, a denúncia.

De acordo com o Ministério Público (MP-PR), o professor cometeu os crimes em maio deste ano. As autoridades chegaram até ele após um familiar de uma das vítimas ter visto o conteúdo no celular do adolescente, diz o MP-PR.

A denúncia foi oferecida pelo 4ª Promotoria de Justiça do MP-PR. Conforme a órgão, o suspeito está preso preventivamente . O celular dele foi apreendido nas investigações.

A promotoria destaca que, como pode haver outras vítimas no caso, está aberta a receber informações. O contato é o telefone (42) 3233-7680.

O que diz a denúncia
O MP-PR sustenta que o acusado é responsável por manter um grupo de WhatsApp com os jovens voltado à troca de mensagens e imagens pornográficas, incluindo a exibição dos meninos, a partir de “desafios” propostos pelo denunciado.

A denúncia sustenta que o professor dava instruções para os jovens sobre como eles deveriam produzir o conteúdo pornográfico.

O homem também prometia presentes em troca das mensagens, como caixas de bombom.

“Além de dirigir a cena de conteúdo pornográfico que os adolescentes deveriam reproduzir, o denunciado traçou orientações sobre a forma pela qual deveriam registrar e compartilhar o conteúdo junto ao grupo […] bem como prometeu às vítimas caixas de bombom forma de premiação, configurando crime de estupro de vulnerável em ambiente virtual”, diz a promotoria.

Como denunciar caso de violência contra crianças e adolescentes
Denúncias que auxiliem em casos de violência contra crianças e adolescentes podem ser feitas de forma anônima pelo número de telefone 197, da Polícia Civil (PC-PR), e pelo número 181, do Disque Denúncia.

Se a violência estiver ocorrendo, a pessoa deve acionar a Polícia Militar, por meio do 190, conforme orientação da polícia.

Com informações do MPPR

Veja também
Homem se esconde em carro para matar mulher e solta veículo em ladeira para simular acidente em SC

Homem se esconde em carro para matar mulher e solta veículo em ladeira para simular acidente em SC

Segundo a Polícia Civil, suspeito tentou fingiu acidente para ocultar o crime.

Venezuelano é morto pelo cunhado com golpes de foice enquanto dormia ao lado da esposa em MS

Venezuelano é morto pelo cunhado com golpes de foice enquanto dormia ao lado da esposa em MS

Ainda conforme a polícia, o cunhado da vítima apontado como autor do homicídio, está foragido.

Família morre ao cair em riacho com caminhão em SC

Família morre ao cair em riacho com caminhão em SC

Homem de 26 anos, mulher de 25 e criança de 10 foram encontrados sem vida depois do acidente.