quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Search
Close this search box.

Suinocultura busca alternativas ao uso de antibióticos

Uma das opções, são as vacinas, que podem ajudar a proteger contra doenças infecciosas, reduzindo a necessidade de uso de antibióticos.
Foto: Sistema Faep
Foto: Sistema Faep

O uso de antibióticos na suinocultura é uma prática comum para prevenir e tratar doenças nos animais. No entanto, o uso indiscriminado desses medicamentos pode levar ao desenvolvimento de resistência bacteriana, o que representa um risco à saúde pública.

Pensando nesse cenário, produtores de suínos estão buscando alternativas ao uso de antibióticos. Uma das principais estratégias é a melhoria das condições de higiene e manejo dos animais. Isso inclui o controle de pragas e vetores de doenças, a limpeza e desinfecção das instalações, e a alimentação balanceada dos animais.

Outra estratégia é o uso de vacinas e outras medidas preventivas de doenças. As vacinas podem ajudar a proteger os animais contra doenças infecciosas, reduzindo a necessidade de uso de antibióticos.

Além disso, alguns produtores estão investindo em pesquisas para desenvolver novos métodos de tratamento de doenças suínas que não envolvam o uso de antibióticos. Um exemplo é o uso de probióticos, que são bactérias benéficas que podem ajudar a fortalecer o sistema imunológico dos animais.

Viabilidade de produção
A viabilidade de uma produção suinícola sem uso de antibióticos ainda é uma questão em debate. Alguns especialistas acreditam que é possível alcançar esse objetivo com o uso de combinações de estratégias, como as mencionadas acima.

Porém, outras autoridades acreditam que será necessário o desenvolvimento de novas tecnologias para que a produção suinícola seja totalmente livre de antibióticos.

Racionalização do uso de antibióticos
Mesmo que não seja possível eliminar totalmente o uso de antibióticos na suinocultura, é possível racionalizar o uso desses medicamentos. Isso significa usá-los apenas quando necessário, de forma controlada e monitorada.

Para isso, os produtores precisam implementar uma série de ações, como:

  • Realizar um diagnóstico preciso das doenças dos animais antes de iniciar o tratamento com antibióticos.
  • Usar antibióticos apenas quando outros tratamentos não forem eficazes.
  • Administrar a dose e na frequência corretas.
  • Monitorar o progresso do tratamento e interromper o uso de antibióticos assim que a infecção for controlada.

Com informações do Canal Rural

Veja também
Fux autoriza quebra de sigilos bancário e fiscal de deputado Janones

Fux autoriza quebra de sigilos bancário e fiscal de deputado Janones

Investigação apura crime de peculato, concussão e associação criminosa.

Caminhão carregado com bois da raça Nelore tomba na PR-436

Caminhão carregado com bois da raça Nelore tomba na PR-436

No veículo estavam 60 animais, alguns morreram e outros ficaram feridos.

Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

Trator tomba e mata professor no interior do Paraná

A morte do professor, que era popularmente conhecido como “Carlinhos”, causou forte comoção entre os moradores.