Data Atual
Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

‘Tarcísio não vai a nenhum lugar para o qual eu convido’, reclama Lula sobre ausência de governador em evento

Relação entre os dois era cordial, mas tem se deteriorado.
(Foto: Ricardo Stuckert/PR)

O governo federal realizou nesta quinta-feira (4) a cerimônia de entrega de 280 ambulâncias na cidade de Salto, interior de São Paulo. O evento contou com a presença de ministros e prefeitos paulistas, mas a ausência do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), foi notada e criticada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Durante seu discurso, Lula enfatizou que seu dever é cuidar da população, independentemente de preferências pessoais ou políticas, e lamentou a ausência do governador em eventos importantes. “É uma obra com investimento da Caixa e do BNDES. Ele [Tarcísio] está convidado para vir, mas não vem. É uma pena, porque o governador poderia estar com a gente, mas ele não vai a nenhum lugar para o qual eu convido. Ele não vem porque diz: ‘O dinheiro vem do BNDES, não do Lula. Eu tomei emprestado e vou pagar’. O que ele tem que saber é que o BNDES no meu governo empresta dinheiro para governadores, porque o governo deles não emprestava um centavo”, disse o petissta, referindo-se à gestão Jair Bolsonaro, da qual Tarcísio foi ministro.

Lula afirmou que não precisa da aprovação do governador para governar e que seu foco é cuidar dos cidadãos. A relação entre presidente e governador tem se deteriorado, especialmente com a proximidade das eleições municipais. No início do governo, houve momentos de cooperação, como durante as enchentes no litoral norte de São Paulo, quando ambos trabalharam juntos para trazer auxílio à região. Aliados de Jair Bolsonaro, inclusive, mostrata-se descontentes com a aproximação, o que pesou para Tarcísio se afastar do governo federal. A intensificação do jogo político tem acentuado as diferenças entre eles.

Veja também

Últimas Noticias